sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Festa do 12 - Ouro Preto



Neste último fim de semana resolvi sair do quente e quase parado Vale do Aço para ir para a fria e agitada Ouro Preto em plena festa do 12 de outubro.
Depois de uma escala em Belo Horizonte e após 6 horas de viagem chego em Ouro Preto no meio da tarde, tudo parecia tranqüilo como sempre foi, turistas, estrangeiros e moradores andavam pela cidade como se nada de especial estivesse acontecendo.


Me hospedei numa república feminina, a Aconchego(http://www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?uid=17276035857153742359), que possui 11 moradoras e além de outros convidados, nada comparado à quantidade de pessoas que se hospedam lá no carnaval, algo no entorno de 200 pessoas.
Depois de uma ótima recepção e estalagem, e de um merecido descanso fui avisada de que era hora de sair para a festa.

O que acontece lá na semana do feriado do 12 de outubro (na chamada semana do saco cheio) não é apenas uma festa, são várias festas. Cada república realiza uma festa ao seu estilo. A república fornece uma programação de cada festa que ocorrerá no dia. Passei por várias repúblicas: Penitenciária, Arcadia, Sparta, Baviera, Bangalô, Tabu, etc.





Eu decidi seguir com as garotas da república. O esquema é o seguinte, você entra e consome nas repúblicas de graça (paga somente a hospedagem na república que vai ficar). Você chega lá, eles te dão um copo e te servem cerveja (se você não bebe cerveja, também há batidas, agora se você não bebe nada alcoólico.... é melhor nem aparecer por lá, não me lembro de ter visto alguém servindo refrigerante ou água). Os bichos (calouros) da república rodam pela festa sempre enchendo os copos. Não me lembro do meu copo ter chegado ao final sem ser cheio. Para comer sempre há churrasco ou um almoço (feijão tropeiro, vinagrete, feijoada). Depois de um tempo saímos para outra república, sempre procurando aproveitar o máximo possível todas as festas. Você sai no começo da tarde e só volta de madrugada.

No começo tudo me pareceu como uma festa de Halloween (?), mas ao invés de crianças fantasiadas que saem com suas sacolas batendo de porta em porta a procura de doces temos pessoas que saem com copos de república a república a procura de cerveja.

É lógico que também existem outras opções para as pessoas que não se interessam apenas por cerveja, para quem quer só curtir, ficar e dançar sempre existe opções e as repúblicas de Ouro Preto sabem oferecê-las.






Sobre o tipo de som que rola nessas festas. Há boates improvisadas na sala de estar ou em algum porão, rola um pouco de tudo, funk, eletrônico, dance, axé, pop, rock. Há também grupos de pagode que tocam em quintais, som mecânico. Algumas repúblicas contratam bandas de pop rock. Na hora do churrasco sempre rola um sertanejo. Tudo muito eclético.

Depois de um fim de semana regado a bastante cerveja e churrasco, no clima agradável de Ouro Preto (em vista ao calor insuportável que faz em outro lugares) e apesar do frio insistente em algumas noites e de ter que subir e descer ladeiras (aviso: não usem salto alto demais) passei até a cogitar a possibilidade de passar o carnaval lá (não dá pra fugir do carnaval), que é o melhor de Minas.

4 comentários:

Besteira a 4 disse...

Nome do blog sugestivo o seu hehe O buraco, gostei.

republica? que legal, sempre quis morar em uma, acho legal

Ouro preto deve ser legal msm, nunca fui.

Juka

Márcio Ribeiro disse...

Devem ser legais estas festas em repúblicas, já ouvi falar muito destas festas.

www.comideiaseideais.blogspot.com

Débora disse...

Nunca estive em Ouro Preto, mas fiquei com vontade, sou do Rio grande do Sul, então frio não é problema...rs
Um abraço, parabén pelo blog!

Gleh Erika! disse...

É deve ser muito massa festinhas de republicas ...

Legal esse dia que vc passou!

Em certas festas ñ estão mais existindo refri e agua ...

hehe ...

Muita paz para sua vida ...

E sorte no seu curso ...

Blz!

Bjo!